segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Laqueadura pelo SUS




Laqueadura e vasectomia
Os dois métodos são irreversíveis e recomendados para casos de alto risco ou para mulheres e homens com, no mínimo dois filhos, atualmente por vários motivos, principalmente o financeiro, não é mais uma vontade tão natural entre casais ter muitos filhos, por isso, os métodos contraceptivos são grandes aliados no controle da natalidade e alguns recorrem até pela esterilização: laqueadura (na mulher) e vasectomia (no homem).

A Lei 9.263,(12.1.1996), do Ministério da Saúde
Informa que para se submeter a este tipo de anticoncepção é preciso ter, no mínimo, dois filhos vivos e mais de 25 anos.
O paciente deve ser alertado que a anticoncepção cirúrgica é irreversível, e que existem outros métodos contraceptivos eficientes para serem usados sem necessariamente apelar pela esterilização. Mas está enganado quem pensar que só porque tem dois ou mais filhos pode optar pela laqueadura ou vasectomia quando quiser.
O casal deve receber esclarecimentos sobre o método. Algumas mulheres pedem a laqueadura, pela comodidade, sem ter o perfil adequado. Por vezes, tem 22 anos, ou até menos idade, com quatro filhos, mas não possui problema de saúde. Nesse caso, o casal deve receber esclarecimentos e aprender a utilizar outros métodos.

Segundo o urologista, Tomaz Jacinto de Fraga Filho, diz que "É importante saber se possui, pelo menos, cinco anos de casado, e se tem no minimo dois filhos. Considero, também, que fazer a cirurgia com 25 anos é cedo. Acredito que 30 anos seja uma idade mais apropriada", comenta o médico.

Mas se a decisão do casal for realmente pela cirurgia, devem assinar um termo de responsabilidade.
A data da cirurgia, tanto a laqueadura quanto a vasectomia, é marcada 60 dias depois de assinado o termo, "Esse prazo é para o casal pensar bem, e se é isso mesmo que desejam.
É importante destacar que o objetivo é conscientizar o casal para outros métodos anticoncepcionais".
Hipertensão grave, diabete grave, tromboembolismo, anemia falciforme, aneurisma, são doenças consideradas como caso de risco para a saúde da mulher, a lei permite que ela seja avaliada por dois médicos, dentro de um comitê ético, que deve ser formado por psicólogo e assistente social, e que após avaliação indicarão se realmente ela precisa da cirurgia, mesmo com menos de 25 anos.

Gestantes que já passaram por duas ou mais cesarianas, também podem pedir a laqueadura, porém precisam ser avaliadas pelo comitê de esclarecimento, mas se a intervenção pela cesariana estiver próxima, a orientação é feita da mesma forma, só que em um prazo menor.

O casal que já foi instruído por médicos e continuam com a certeza de fazer a cirurgia, precisam tomar alguns cuidados. Fazer a cirurgia, não significa que estão protegidos.
Utilizar um método contraceptivo, como a camisinha, por exemplo, é imprescindível, o que também se evita outros tipos de doenças.
Já aconteceu casos de mulheres que fizeram a cirurgia e após oito meses estavam grávidas, simplesmente porque tiveram relação sexual sem proteção antes da laqueadura.

Os homens também devem tomar alguns cuidados, pois após fazerem a vasectomia, ainda é preciso zerar o espermograma (exame para medir o esperma) e isso só acontece, em média após 25 ejaculações.
"Em torno de três meses pós-cirurgia, cerca de 25 ejaculações, recomendamos que o homem faça um espermograma para saber se realmente não há presenças de espermatozóides", alerta Fraga.
fonte internet



LEI N.º 9.263, DE 12 DE JANEIRO DE 1996

Regula o § 7.º do art. 226 da Constituição Federal, que trata do planejamento familiar, estabelece penalidades, e dá outras providências.

O Presidente da República.
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

CAPÍTULO IDO PLANEJAMENTO FAMILIAR
Art. 1.º O planejamento familiar é direito de todo cidadão, observado o disposto nesta Lei.
Art. 2.º Para fins desta Lei, entende-se planejamento familiar como o conjunto de ações de regulação da fecundidade que garanta direitos iguais de constituição, limitação ou aumento da prole pela mulher, pelo homem ou pelo casal.

Parágrafo único. É proibida a utilização das ações a que se refere o caput para qualquer tipo de controle demográfico.

Art. 3.º O planejamento familiar é parte integrante do conjunto de ações de atenção à mulher, ao homem ou ao casal, dentro de uma visão de atendimento global e integral à saúde.

Parágrafo único. As instâncias gestoras do Sistema Único de Saúde, em todos os seus níveis, na prestação das ações previstas no caput, obrigam-se a garantir, em toda a sua rede de serviços, no que respeita a atenção à mulher, ao homem ou ao casal, programa de atenção integral à saúde, em todos os seus ciclos vitais, que inclua, como atividades básicas, entre outras:

I - a assistência à concepção e contracepção;
II - o atendimento pré-natal;
III - a assistência ao parto, ao puerpério e ao neonato;
IV - o controle das doenças sexualmente transmissíveis;
V - o controle e prevenção do câncer cérvico-uterino, do câncer de mama e do câncer de pênis.

Art. 4.º O planejamento familiar orienta-se por ações preventivas e educativas e pela garantia de acesso igualitário a informações, meios, métodos e técnicas disponíveis para a regulação da fecundidade.

Parágrafo único. O Sistema Único de Saúde promoverá o treinamento de recursos humanos, com ênfase na capacitação do pessoal técnico, visando a promoção de ações de atendimento à saúde reprodutiva.

Art. 5.º É dever do Estado, através do Sistema Único de Saúde, em associação, no que couber, às instâncias componentes do sistema educacional, promover condições e recursos informativos, educacionais, técnicos e científicos que assegurem o livre exercício do planejamento familiar.

Art. 6.º As ações de planejamento familiar serão exercidas pelas instituições públicas e privadas, filantrópicas ou não, nos termos desta Lei e das normas de funcionamento e mecanismos de fiscalização estabelecidos pelas instâncias gestoras do Sistema Único de Saúde.

Parágrafo único. Compete à direção nacional do Sistema Único de Saúde definir as normas gerais de planejamento familiar.

Art. 7.º É permitida a participação direta ou indireta de empresas ou capitais estrangeiros nas ações e pesquisas de planejamento familiar, desde que autorizada, fiscalizada e controlada pelo órgão de direção nacional do Sistema Único de Saúde.

Art. 8.º A realização de experiências com seres humanos no campo da regulação da fecundidade somente será permitida se previamente autorizada, fiscalizada e controlada pela direção nacional do Sistema Único de Saúde e atendidos os critérios estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde.

Art. 9.º Para o exercício do direito ao planejamento familiar, serão oferecidos todos os métodos e técnicas de concepção e contracepção cientificamente aceitos e que não coloquem em risco a vida e a saúde das pessoas, garantida a liberdade de opção.

Parágrafo único. A prescrição a que se refere o caput só poderá ocorrer mediante avaliação e acompanhamento clínico e com informação sobre os seus riscos, vantagens, desvantagens e eficácia.

Art. 10. (VETADO).
Art. 11. (VETADO).
Art. 12. É vedada a indução ou instigamento individual ou coletivo à prática da esterilização cirúrgica.

Art. 13. É vedada a exigência de atestado de esterilização ou de teste de gravidez para quaisquer fins.

Art. 14. Cabe à instância gestora do Sistema Único de Saúde, guardado o seu nível de competência e atribuições, cadastrar, fiscalizar e controlar as instituições e serviços que realizam ações e pesquisas na área do planejamento familiar.

Parágrafo único. (VETADO).

CAPÍTULO IIDOS CRIMES E DAS PENALIDADES

Art. 15. (VETADO).
Art. 16. Deixar o médico de notificar à autoridade sanitária as esterilizações cirúrgicas que realizar.
Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
Art. 17. Induzir ou instigar dolosamente a prática de esterilização cirúrgica.
Pena - reclusão, de um a dois anos.

Parágrafo único. Se o crime for cometido contra a coletividade, caracteriza-se como genocídio, aplicando-se o disposto na Lei n.º 2.889, de 1.º de outubro de 1956 (LEX, Leg. Fed., 1956, pág. 461).

Art. 18. Exigir atestado de esterilização para qualquer fim.

Pena - reclusão, de um a dois anos, e multa.

Art. 19. Aplica-se aos gestores e responsáveis por instituições que permitam a prática de qualquer dos atos ilícitos previstos nesta Lei o disposto no caput e nos §§ 1.º e 2.º do art. 29 do Decreto-Lei n.º 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal.

Art. 20. As instituições a que se refere o artigo anterior sofrerão as seguintes sanções, sem prejuízo das aplicáveis aos agentes do ilícito, aos co-autores ou aos partícipes:

I - se particular a instituição:
a) de duzentos a trezentos e sessenta dias-multa e, se reincidente, suspensão das atividades ou descredenciamento, sem direito a qualquer indenização ou cobertura de gastos ou investimentos efetuados;
b) proibição de estabelecer contratos ou convênios com entidades públicas e de se beneficiar de créditos oriundos de instituições governamentais ou daquelas em que o Estado é acionista.
II - se pública a instituição, afastamento temporário ou definitivo dos agentes do ilícito, dos gestores e responsáveis dos cargos ou funções ocupados, sem prejuízo de outras penalidades.
Art. 21. Os agentes do ilícito e, se for o caso, as instituições a que pertençam ficam obrigados a reparar os danos morais e materiais decorrentes de esterilização não autorizada na forma desta Lei, observados, nesse caso, o disposto nos arts. 159, 1.518 e 1.521 e seu parágrafo único do Código Civil, combinados com o art. 63 do Código de Processo Penal.

CAPÍTULO IIIDAS DISPOSIÇÕES FINAIS
Art. 22. Aplica-se subsidiariamente a esta Lei o disposto no Decreto-Lei n.º 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal, e, em especial, nos seus arts. 29, caput e §§ 1.º e 2.º; 43, caput e incisos I, II e III; 44, caput e incisos I, II e III e parágrafo único; 45, caput e incisos I e II; 46, caput e parágrafo único; 47, caput e incisos I, II e III; 48, caput e parágrafo único; 49, caput e §§ 1.º e 2.º; 50, caput, § 1.º e alíneas e § 2.º; 51, caput e §§ 1.º e 2.º; 52; 56; 129, caput e § 1.º, incisos I, II e III, § 2.º, incisos I, III e IV e § 3.º

Art. 23. O Poder Executivo regulamentará esta Lei no prazo de noventa dias, a contar da data de sua publicação.

Art. 24. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 25. Revogam-se as disposições em contrário.
Fernando Henrique Cardoso - Presidente da República.Adib Jatene

65 comentários:

  1. tenho 22 anos estou no segundo filho e nao quero outro metodo de contracepçao se nao for a laqueadura o que eu faço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investiga com a ANS, que desconfio que pode fazer sim! Pois seria maior de 25 anos OU com dois filhos. Mas insiste, insiste mesmo, até conseguir a informação correta. Pois tem uma pressão enorme pra impedir que exerçamos nosso direito de planejamento familiar!

      Excluir
    2. Querido Anonimo, acabo de confirmar para você! Você PODE SIM fazer pelo SUS a laqueadura pois a lei diz que é: maior de 25 anos com ou SEM filhos, OU com pelo menos dois filhos quando for menor de 25, mas maior de 18 anos.

      Veja este trecho no site do Drauzio Varella:

      "A lei do planejamento familiar diz que é obrigação do governo brasileiro, em todos os seus níveis, federal, estadual e municipal, disponibilizar orientações e métodos anticoncepcionais reconhecidamente seguros do ponto de vista científico para todas as mulheres e homens brasileiros e que essa oferta deve ser feita pelo SUS. Prevê, também, que a vigilância sanitária deve regulamentar o uso e criar condições para a realização, no SUS ou fora dele, da esterilização de homens e mulheres que tenham pelo menos 18 anos e dois filhos ou 25 anos, independentemente do número de filhos. A lei diz claramente ainda que o período de tempo entre a manifestação da vontade de o homem ou a mulher fazerem esterilização em um serviço de saúde e a realização da cirurgia tem de ser pelo menos de 60 dias. A intenção é que, nesse período, essas pessoas sejam informadas sobre os riscos da cirurgia, as vantagens e desvantagens de escolher um método praticamente irreversível, e tenham a oportunidade de conhecer alternativas de anticoncepção."

      Excluir
    3. tenho 22 anos e tenho 2 filhas que nasceram de parto cesariana, estou indo pro meu terceiro filho que provavelmente nascerá de parto cesariana também. tenho direito de fazer a laqueadura quando meu filho for nascer? a algum risco por eu ser nova???

      Excluir
  2. oi tenho 24 anos e estou na minha terceira grávidez e estou de 8 meses e quero muito faser a laqueadura o que devo faser.por favor me responda...ABRAÇO..

    ResponderExcluir
  3. tenho 24anos no meu primeiro relacionamento tive minha filha com sindrome down ela tem 5anos agora com meu atual marido tenho meu outro filho de 3anos. tenho vontade de fazer laqueadura sera que posso fazer pois nao quero ter mais filhos tenho que cuidar da minha filha abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode sim! Veja o que diz a lei (peguei no site do Drauzio Varella, onde ele colocou isso melhor do que aqui):

      "A lei do planejamento familiar diz que é obrigação do governo brasileiro, em todos os seus níveis, federal, estadual e municipal, disponibilizar orientações e métodos anticoncepcionais reconhecidamente seguros do ponto de vista científico para todas as mulheres e homens brasileiros e que essa oferta deve ser feita pelo SUS. Prevê, também, que a vigilância sanitária deve regulamentar o uso e criar condições para a realização, no SUS ou fora dele, da esterilização de homens e mulheres que tenham pelo menos 18 anos e dois filhos ou 25 anos, independentemente do número de filhos. A lei diz claramente ainda que o período de tempo entre a manifestação da vontade de o homem ou a mulher fazerem esterilização em um serviço de saúde e a realização da cirurgia tem de ser pelo menos de 60 dias. A intenção é que, nesse período, essas pessoas sejam informadas sobre os riscos da cirurgia, as vantagens e desvantagens de escolher um método praticamente irreversível, e tenham a oportunidade de conhecer alternativas de anticoncepção."

      Excluir
  4. ola tenho 28 anos faz 1 ano e um mes que fiz laqueadura pelo sus mas faz tres meses que nao mestruo e normal!

    ResponderExcluir
  5. tenho dois filhos, e vou p/ o terceiro com 25 anos..Quero fazer a laqueadura mas os dois nasceram de parto normal.. isso atrapalha de fazer a laqueaura com a cesariana???RESPONDA POR FAVOR...!!!

    ResponderExcluir
  6. eu tenho uma filha e estou grávida de tres meses ,e quero muito fazer a laqueadura , porque eu e meu marido nao queremos mais filhos.como eu faço para fazer a laqueadura pelo sus????me responda por favor , obrigada!!!!!

    ResponderExcluir
  7. É POSSIVEL FAZER A LAQUEADURA SEM TER Q PASSAR PELA CIRUGIA COMO A CESARIA??JA TENHO QUATRO FILHOS E TODOS NASCERAM D CESARIA EXISTE ALGUMA OUTRA MANEIRA???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Eu também achava que tinha de ser com cesária, ou abertura total. Mas hoje em dia eles fazem de forma segura e rápida: laparoscopia. Não precisa abrir o ventre, só foca uma pequena cicatriz por onde entra um tubinho, que é o canal por onde o cirurgiao irá trabalhar usando uma microcamera! E se usar o umbigo como passagem, nem fica cicatriz! Eu demorai anos pra pedir a laqueadura por não saber disso! Paso um inferno com os anticoncepcionais. A dificuldade que tenho agora é que o plano de saude esta a meses me enrolando, dificultando minha laqueadura, que por lei, sao obrigados a fazer.

      Excluir
  8. Tenho 44 anos e estou gravida de patricamente 9 meses, não estou conseguindo fazer a laqueadura porque meus dois partos anteriores foram normais, me dissetram que o sus não faz de maneira nenhuma. Estou com hepatite B, e minha filha tem 22 anos, agora com idade de ser avó veio este bebe, gostaria de parar por aqui, não me adapto com comprimidos. como devo fazer e o que devo fazer pois este bebe parece que é muito grande e se for cesaria gostaria muito de fazer laqueadura. Aguardo resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc nao pode fazer laqueadura na cesari isso é proibido por lei

      Excluir
    2. Eu fiz laqueadura com 28 anos no meu 2 filho fiz junto com a cesarea eu e meu marido assinamos a permissao registrei em cartorio e fiz junto.

      Excluir
    3. A laqueadura é permitida juta com a cesária quando são cesárias consecutivas e existe risco de vida pra mãe ou pro filho ou quando é gravidez de risco. PORTARIA Nº 85, DE 15 DE MARÇO DE 1999

      Excluir
  9. tenho 27anos e já tenho tres filhos são dois meninos e uma menina o caçula tem um ano minha medica disse que não posso mais ter filhos esta ultima gestação foi muto complicada tive compliçoes no incio não estava conseguindo segurar o bebe não posso tomar pilula passo muito mal como faço para fazer laqueadura pelo sus estou passando por dificuldades finaceira como faço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho 27 anos dois filhos e já consegui fazer a laqueadura pelo sus já tem 5 meses,você precisa de um ginecologista bom,o meu ginecologista que me ofereceu se eu gostaria de fazer a laqueadura.vai muito da ubs que você é atendida e também do medico.

      Excluir
  10. tenho 28 anos e 2 filhos faço minha laqueadura amanhã. to muito feliz e tenho certeza do q quero. fui ao gine e ele encaminhou fiz os exames necessarios, espera-se os 60 dias q alei exige, tenho certeza q nao vou me arrepender.

    ResponderExcluir
  11. nao precisa exatamente estar gravida, e vou laquear pelo sus, é facil se ja tem a idade e os 2 filhos pelo menos.

    ResponderExcluir
  12. oi sandra, estou gestante pela quarta vez, tenho 36 anos e a minha primeira gestação e a segunda foi cesária, possuo apenas um filho desta segunda gest.pois da primeira meu bebe nasceu morto durante o parto com proplemas cardiacos e com a terceira tive um aborto espontaneo onde fiz a curetagem.Hoje estou com 07 meses indo para os 08 meses no dia: 04/07/11 onde o parto será cesário e segundo a minha medica terei que passar pela pericia e psicológos do plano de saúde onde ela acha que não vai ser aprovado a laquiadura pelo simples fato que só tenho 1 filho vivo e ainda sou HA, mais para dificultar ainda mais o processo minha HA está uma maravilha durante essa gestação. O que devo fazer agora?

    ResponderExcluir
  13. Oi, tenho 21 anos e estou na minha 6ª gestação, sendo q só duas gestações minha vingaram, ou seja, tenho duas filha e estou indo pro terceiro que está firme graças a Deus. Eu tenho alguns problemas com relação a alguns métodos contraceptivo como camisinha, pílulas e ijeções, já esperimentei todos e por mais que eu tente, sempre me dão alergia, mudo a marca, mudo o tipo, mas a camisinha sempre me dá alergia, a pilula sempre me deixa toda empolotada e a injeção sempre me deixa com hemorragia de 6 meses. Tenho medo de tentar outros métodos como adesivo ou outros parecidos, e naum dar certo, é muito desgastante. Será que nesse caso me permitiriam fazer a laqueadura?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode sim! Veja o que diz a lei (peguei no site do Drauzio Varella, onde ele colocou isso melhor do que aqui):

      "A lei do planejamento familiar diz que é obrigação do governo brasileiro, em todos os seus níveis, federal, estadual e municipal, disponibilizar orientações e métodos anticoncepcionais reconhecidamente seguros do ponto de vista científico para todas as mulheres e homens brasileiros e que essa oferta deve ser feita pelo SUS. Prevê, também, que a vigilância sanitária deve regulamentar o uso e criar condições para a realização, no SUS ou fora dele, da esterilização de homens e mulheres que tenham pelo menos 18 anos e dois filhos ou 25 anos, independentemente do número de filhos. A lei diz claramente ainda que o período de tempo entre a manifestação da vontade de o homem ou a mulher fazerem esterilização em um serviço de saúde e a realização da cirurgia tem de ser pelo menos de 60 dias. A intenção é que, nesse período, essas pessoas sejam informadas sobre os riscos da cirurgia, as vantagens e desvantagens de escolher um método praticamente irreversível, e tenham a oportunidade de conhecer alternativas de anticoncepção."

      Excluir
  14. OLA TENHO 28 ANOS, 2 FILHOS AS MINHAS DUAS GRAVIDEZ TIVE PROBLEMA DE PRESÃO ALTA NA PRIMEIRA GRAVIDEZ TIVE PRÉ ECLANPSE QUASE PERDI MEU FILHO A EGUNDA A MESMA COISA, AGORA QUERO VAZER A OPERAÇÃO PARA NÃO ARRISCAR OUTRA GRAVIDEZ E A MINHA PRÓPRIA VIDA,TENHO TB DE HORMONIO ALTERADO E NÃO CONSIGO EMAGRECER, SERA QUE TENHO UMA CHANCE DE FAZER ESSA CIRURGIA PELO SUS?

    ResponderExcluir
  15. tenho 36 anos estou na 7ª gravidez e 5 filhos vivos não desejo mais engravidar até pensei estar ligada pois na minha ultima gestação fiz minha 1ª cesarea e o médico disse que ia conversar com sua equipe e não me deu resposta pensei estar tudo certo e agora estou gravida de novo estou fazendo pré natal e planejamento mas fiquei sabendo que não posso fazer a laqueadura no ato do parto por só ter uma cesarea quero saber se tenho direito ou algum lugar que posso garantir meu direito e fazer pelo SUS já estou com 34 semanas e correndo contra o tempo.

    ResponderExcluir
  16. Tenho 32 anos estou na minha quarta gestação,duas normais e a última cesária,a minha última foi muita arriscada ,eu bb nasceu com hidrocéfalia, iria passar pela segunda cirugia, com seis meses Deus levou ele, portanto agora estou gravida novamente ,nada anormal, graças a Deus, mas mesmo assim gostaria de fazer uma laqueadura, meu bb estar previsto para dia 18/01/2012.gostaria muito de fazer uma laqueadura, sou casada há 18 anos, tenho uma filha com 16, outro com 14 e se tivese vivo o terceiro fazeria 11 anos,agora estou com 5 meses, algum medico do sus me ajude por favor, desde ja vou ficar aguardando resposta.

    ResponderExcluir
  17. é um abisurdo hoje em dia do jeito que ta o mundo a gente quer fazer laqueadura e o governo não deixa diz que é contra lei vão a merda a escolha é nosso ninguem vai vim depois e sustentar os filhos da gente, esse pais ta uma bosta mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONCORDO 100%!!!! Ter filhos é uma responsabilidade danana. Só poderia ocorrer com responsabilidade TOTAL. Deveria ser é dificultado! Pois s epra dirigir temos que ter carteira... para ter direito a colocar um ser humano mundo deveria também se exigir o mínimo de condiçoes emocionais e psicologicas!

      Excluir
  18. Estou buscando informações mas estou incrédula quanto essa barreira que ainda existe sobre esse assunto.
    Acho que o governo deveria estar assistindo mais as condições e vontades de uma gestação. A muito o que fazer para esse País ter menos crianças abandonadas e vitimas de maus tratos etc...
    Não sou a favor do aborto mas diante disso a muito que evoluir. Governo é um apelo acorda!!!! Amanhã um desses menores abandonados poderá ser um assaltante, usuário de dogras etc... Alô!! Governo tomar uma atitude seria sim encarar o problema com a seriedade que merece. A muito o que pensar em onde vamos viver daqui a 60 anos. Se vamos ter empregos se teremos água suficiente para vivermos neste planeta, se teremos como sobreviver com a falta de vários recursos que estarão escassos com essa super população.

    ResponderExcluir
  19. tenho24ano ja tenho dois meus partos foro normal e gravida de 5 meses queria saber se eu possor farzer a laqueadura depois do parto .porque eu estou com o planejamento assinando o posto que vou falor so manda o papel depois que ganha bebe o que eu posso ta fazendo .

    ResponderExcluir
  20. Tenho 25 anos e estou na minha terceira gravidez.Quero fazer laqueadura junto com a cesaria,mas pelo sus não consigo fazer os dois só fazem a cesariana>estou de 29 semanas e presiso de uma resposta.Oque posso fazer para conseguir os dois pelo sus?

    ResponderExcluir
  21. oi tenho 24 a nos e tres filhos quando ganhei o ultimo nao quiseram me ligar ,pois disseram que sou nova ,mas eu nao tenho condiçoes de ter mas filhos e gostaria muito de fazer a laqueadura se alguem ficar sabendo por favor me indiquem como sou de belo horizonte

    ResponderExcluir
  22. tenho 21 anos de idade e estou na minha 3 gravidez e as 2 primeiras foram cesaria e essa tbm sera pois a mais nova tem apenas 1 ano e 3 meses e eu estou com 5 meses, posso fazer a laqueadura pelo sus? me ajudem ...

    ResponderExcluir
  23. tenho 38 ano tenho 2 filhos e tive 2 abortos espontaneos, e estou gravida de 20 semanas, os meus 2 partos foram cesarea posso fazer a laqueadura pelo SUS no dia em que o meu bebe nascer. grata aguardo resposta

    ResponderExcluir
  24. oi meu nome é tatiana tenho 28anos estou gravida do meu terceiro filho e gostaria de fazer uma laqueadura pelo sus pois não tenho condiçoes de pagar com eu faço agradeço pela sua paciencia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatiana tudo bem? PAra que vc possa fazer laquadura é necessário que vc faça o Planejamento Familiar, o mesmo é feito no Posto de Saúde aí perto da sua residência, vai lá e se informa direitinho o dia em que acontecem as reuniôes. Boa Sorte para vc...

      Excluir
  25. Oi tenho 34 anos e uma filha,se eu estiver mais um filho gostaria de fazer a laqueadura pelo imbigo

    ResponderExcluir
  26. oi tenho 33 anos,estou grávida do meu terceiro filho e gostaria de fazer uma laqueadura pelo sus não tenho condições de pagar como devo agir,muito obrigado.

    ResponderExcluir
  27. olá tenho 20 anos fiz uma cesariana da minha primeira filha q ja tem 04 anos gostaria de fazer uma laqueadura, nao quero outro tipo de contraceptivo pois nao tenho condiçoes financeiras de ter outro filho. obrigado pela atençao!

    ResponderExcluir
  28. Oi!!!Sandra,fui mae aos 15 anos,tenho 28 anos tenho 2 filhos estou gravida de 5 meses,nao tenho condiçoes financeira gostaria de fezer laqueadura pelo sus qual e procedimento?

    ResponderExcluir
  29. Sandra, tudo bem??? Minha querida o procedimento é bem simples, vc vai no Posto de Saúde aí pertinho de sua residência, lá lhe informarão o dia das reuniôes, vc precisa comparecer em todas elas, não pode faltar, se não precisa começar tudo de novo. Nessa reunião eles(Os enfermeiros) irão esclarecer todas as suas dúvidas. Boa Sorte... E "Boa Hora" aí pra vc e saúde para seus pequenos...

    ResponderExcluir
  30. Acho uma falta de respeito o que alguns médicos fazem por ideologia própria, ou pior, por ideologia religiosa, que é impossibilitar e dificultar esses procedimentos feitos pelos SUS. Uma mulher com quatro filhos que deseja possuir mais filhos deve sim ter suas trompas laqueadas, mesmo sendo jovem, pois com certeza ela teve filhos por acidente e não porque queria. Sabemos que os altos índices de pobreza estão relacionados a alta taxa de fecundidade dos indivíduos mais carecentes e entre as funções do estado, uma é combater a pobreza. Você realmente acredita que uma mulher com 4 filhos ou mais vai se arrepender em se tornar estéril?

    ResponderExcluir
  31. Bom 25 anos e 2 filhos,não sou casada e cada filho é de um pai diferente, queria saber se posso e se tenho direito de fazer a laqueadura pelo sus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode sim! Veja o que diz a lei (peguei no site do Drauzio Varella, onde ele colocou isso melhor do que aqui):

      "A lei do planejamento familiar diz que é obrigação do governo brasileiro, em todos os seus níveis, federal, estadual e municipal, disponibilizar orientações e métodos anticoncepcionais reconhecidamente seguros do ponto de vista científico para todas as mulheres e homens brasileiros e que essa oferta deve ser feita pelo SUS. Prevê, também, que a vigilância sanitária deve regulamentar o uso e criar condições para a realização, no SUS ou fora dele, da esterilização de homens e mulheres que tenham pelo menos 18 anos e dois filhos ou 25 anos, independentemente do número de filhos. A lei diz claramente ainda que o período de tempo entre a manifestação da vontade de o homem ou a mulher fazerem esterilização em um serviço de saúde e a realização da cirurgia tem de ser pelo menos de 60 dias. A intenção é que, nesse período, essas pessoas sejam informadas sobre os riscos da cirurgia, as vantagens e desvantagens de escolher um método praticamente irreversível, e tenham a oportunidade de conhecer alternativas de anticoncepção."

      Excluir
  32. oiii Boa tarde,tenho 32 anos,estou gravida de gemeos,ja tenho um filho de 12 anos,preciso saber como faço para pegar um encaminhamento para fazer uma laqueadura,tinha como vcs me ajudadrem,nao sei mais o que fazer,meu email e esse . mariaa.com@ig.com.br,,,obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  33. janaina.olá boa tarde,tenho 21 anos tenho 2 filhos e estou gravida de 7 messes quero fazer a laqueadura e quero saber se eu tenho dirito de fazer pelo sus,pois o medico me cobrou 36000 reais pra fazer em mim,e eu ñ tenho condiço~es pra pagar,passo muito mal com anticonsepicional,ñ comfio em camisinha pois dessa gravidez a camisinha estorou,então está eu gravida de novo pelo amor de DEUS me responda se tenho direito e como vaso pra conseguir pelo sus,,,,,,,,,,,,me responda por favor .................obrigada

    ResponderExcluir
  34. bom dia fiz laquiadura a 3 anos e faz 2 meses que a minha menstruação não vem é possivel eu estar gravida?

    ResponderExcluir
  35. eu tenho 23 anos quero fazer laqueadura mas não consigo encontrar um lugar para fazer ja fui em muitos hospitais particulares

    ResponderExcluir
  36. Tanto a laqueadura quanto a vásectomia é preciso a autorização do(a) parceiro(a)?

    ResponderExcluir
  37. Tenho 24ano e tenho 3fihos um de 7 e minhas gemeas de2 queria fazer laqueadura mas meu medico disse que so posso fazer com 25 se tiver casa com o pai do meu tres filho e se ele assina meus finhos sao do mesmo pai mais ele nao que assina nao tenho o direito de fazer minha vontade que tem o filho sou eu eu que passo por tudo

    ResponderExcluir
  38. oi vol fazer 25 anos no mes de setembro tol gravida do meu segundo filho quero fazer a laqueadura poso fazer cesario pra mim fazer a laqueadura nas minhas gravideis sinto muitos problemas enespricavel

    ResponderExcluir
  39. oi com vai sou mae de dois filho ,mas descobri que eles são diabéticos e tem o crecimento alterado.Pois quero saber ser posso fazer a laqueadura.eu esta com 28 anos ,tenho medo da criança também ter o mesmo proplema que sue irmão vc pode me ajudda

    ResponderExcluir
  40. Olá me chamo Amanda tenho 25 anos tenho 3 filhos e estou esperando o 4 gostoria de saber se posso fazer a laqueadura pois os três anteriores foram partos normais ...me responda por favor desde ja obrigada :)

    ResponderExcluir
  41. Não concordo com essa lei!

    Tanto a mulher como o homem deveriam ter o direito de realizar a laqueadura e a vasectomia quando bem entenderem, independente de terem filhos ou não, pois não são todas as mulheres que se dão bem com pílulas contraceptivas e não são todas as pessoas que tem o dom de cuidar de um filho.

    O processo aqui no Brasil é muito burocrático, sendo que esta prática deveria ser incentivada, visto a grande quantidade de pessoas sem recursos com mais de 5 filhos nas ruas dependendo a caridade alheia e, neste caso, acredito que a laqueadura ou a vasectomia, deveriam ser compulsórios.


    Sendo maior de idade, cada um deveria ter o direito de decidir o que quer para si e esta lei, impossibilita isso!


    Infelizmente, o Brasil é um país muito atrasado nesse requisito e uma pessoa, mesmo que tenha mais do que 25 anos, mesmo se tiver filhos, não consegue, pois a maioria dos médicos são contra esse procedimento, então, em muitos casos as mulheres são obrigadas a sofrerem com a pílula ou então, juntar dinheiro e realizar o procedimento na Argentina, país onde a prática da esterilização é realizada em qualquer pessoa acima de 18 anos, com ou sem filhos.


    ResponderExcluir
  42. Tenho 33 anos, 3 filhos e estou na quarta gestação todas cesarianas, e estou lutando para que me façam a laqueadura na hora da cesária pois o próprio médico diz: que não poderei fazer depois por já ter varias cirurgias e ser gestação de risco, porém o sus não quer liberar a laqueadura junto com a cesária, tem alguma lei que me ampare neste caso e como devo agir perante ao sus.

    ResponderExcluir
  43. Gostaria que se VC tiver alguns modelos de parecer social para laqueadura.. me dá por favor... Sou Assistente Social e estou começando e gosto de novidades... Grata Inelidam...






    ResponderExcluir
  44. è obrigatorio o parecer social para a realização da laqueadura?

    ResponderExcluir
  45. tenho 25 anos 2 filhos e queria saber onde fazer em salvador

    ResponderExcluir
  46. Existe algum tipo de processo para autorizar a laqueadura?

    ResponderExcluir
  47. Existe algum tipo de processo para autorizar a laqueadura?

    ResponderExcluir
  48. 20 anos e dois filhos,
    só tem uma ginecologista na minha cidade e ela me negou a laqueadura,
    onde eu tenho que ir para reclamar isso?
    se eu for em outra cidade será que consigo?
    como eu devo prosseguir?

    ResponderExcluir
  49. Oi bom dia tenho dois filhos e já tive um aborto eu gostaria de saber se o sus também liga de volta há quatro anos acho que fiz uma laqueadura mais há medica não me confirmou nada mais há quatro anos eu não engravido eu queria saber se posso ligar de novo minha topas e se o sus cobre por me ajude

    ResponderExcluir
  50. Oi tenho 34anos. Estou de 32. semanas de gravidez. tenho um filho de 10anos de parto cesariano. To fazendo pré natal pelo sus. E gostaria muito de fazer a laqueadura mas o médico disse que não dá pra fazer. Alguém pode me dar uma orientação? Grata

    ResponderExcluir
  51. ola ! tenho 29 anos e ja tenho 4 filhos, resentimente descobri q estou gestante de novo, achei impossivel pos estava fazendo planejamento familiar e tomando anticoncepcional ,eu tentei me opera na 4 gravidez mais como meus parto sao normais, queriam q eu tivesse o nene e dpois me operace.. como ja disse deu tudo errado... queria saber se teria como eu fazer a cirugia no momento do parto oque devo fazer e aquem recorre?Alguem pode me da uma orientação? Adeço muito

    ResponderExcluir

Amigos Deixem Seus comentários, Terei prazer em respondê-lo.